Atrás departamento de Otorrinolaringología

TRATAMENTOS QUE OFERECEMOS

Contribuímos com todo o nosso conhecimento e experiência, bem como a tecnologia mais vanguardista. É o caso da cirurgia robótica que se realiza com o sistema Da Vinci®, efetuada com instrumentos especialmente desenhados, de reduzido tamanho e uma grande precisão na sua manobra.

Este avançado equipamento permite trabalhar com uma perfeita visualização da zona e confere uma maior precisão ao cirurgião.

O sistema cirúrgico Da Vinci® é um sistema robótico assistido informaticamente que amplia a capacidade do cirurgião para operar de uma forma menos invasiva. 

PRECISA BUSCAR UMA SEGUNDA OPINIÃO?

Imagen con los pasos que hay que dar para solicitar una segunda opinión en la Clínica Universidad de Navarra

Caso necessite a opinião médica dos nossos especialistas sem necessidade de deslocar-se à Clínica, oferecemos-lhe a possibilidade de realizar uma consulta de Segunda Opinião não presencial.

O tratamento dos tumores de cabeça e pescoço centra-se em três pilares: cirurgia, radioterapia e quimioterapia

Os carcinomas de cabeça e pescoço incluem os carcinomas da cavidade oral, faringe, laringe, e os menos frequentes da cavidade nasal, seios paranasais, e glândulas salivares.

A cirurgia é o tratamento primário em tumores precoces. Caso seja bem realizada, isto é sem tumor depois da cirurgia, poderá poupar-se um tratamento posterior.

Em fases avançadas, a cirurgia continua a ser o melhor método de resgate nos doentes que apresenta recaídas tumorais operáveis. Poderão existir sequelas destacáveis tais como: falta na preservação de órgãos como a laringe e língua, transtornos funcionais, problemas no pescoço quando este é operado, etc.

A cirurgia pode complementar-se posteriormente com radioterapia. O tipo de intervenção cirúrgica varia bastante consoante a localização do tumor e o seu grau de avanço. Às vezes é realizado através da endoscopia. Outras vezes, com uma intervenção cirúrgica aberta (a tradicional). Em situações específicas podem-se utilizar diversos instrumentos cirúrgicos, como é o caso do laser.

O departamento de Otorrinolaringologia da Clínica foi o primeiro centro em Espanha que efetuou a cirurgia transoral com o robot Da Vinci em casos avançados de cancro de laringe com muito bons resultados. 

A cirurgia endoscópica endonasal é muito eficaz para corrigir patologias nasais

A sinusite crónica é uma doença que pode chegar a produzir um grande mal estar.

Para solucionar a sinusite e outros problemas nasais, a Clínica Universidade de Navarra oferece a cirurgia endoscópica endonasal, um procedimento sem pontos, inflamação mínima e que apenas é necessário umas horas de internamento.

As vantagens que oferece esta técnica são: mínima invasão, mais comodidade e rapidez e menos dor do que a cirurgia tradicional. É mais cómodo, mais rápido e menos doloroso do que a cirurgia tradicional. Alcança uma alta taxa de êxito e supõe um tratamento integral. 

A cirurgia faringo-amigdalar é simples, com anestesia geral e de estadia curta

Distribuído pela faringe encontra-se um tecido especializado em fornecer ao organismo a capacidade de defesa principalmente face a infeções víricas ou bacterianas. Este tecido, denominado linfoide, agrupa-se nas amígdalas e em pequenos depósitos por toda a mucosa da faringe, os denominados folículos linfoides.

A área afetada poderá conduzir a um caso de amigdalite (anginas), adenoidite (ou rinofaringite) ou simplesmente faringite, caso a área afetada seja uma área difusa.

Quando as infeções faringo-amigdalares se tornam crónicas, aparecem repetitivamente, ou criam complicações graves, pode ser necessária a cirurgia e que o paciente precise de uma adenoidetomia, uma amigdalotomia ou ambas simultaneamente. Regra geral, são cirurgias de curta estadia hospitalar, normalmente um dia de internamento. A técnica cirúrgica realiza-se através da boca, quase sempre com anestesia geral.

Os dias seguintes à operação de amígdalas o paciente pode ter dor na garganta e nos ouvidos. Os analgésicos e anti-inflamatórios ajudam bastante o paciente nesta situação. A operação de adenóides (adenoidectomia) não costuma ser dolorosa e os pacientes costumam apresentar congestão e mucosidade nasal abundante. A recuperação completa de ambas as operações, já em casa, dura cerca de 10 dias. 

Somos um centro de referência em implantes cocleares em crianças e adultos

A Clínica Universidade de Navarra é uma referência na colocação de implantes cocleares em crianças e em adultos, isto porque nos seus 24 anos de experiência nesta técnica realizou mais de 800 implantes.

A equipa de profissionais do Programa de Implantes Cocleares da Clínica é composto por especialistas de diferentes especialidades que garantem uma correta escolha de candidatos, que realiza a cirurgia de forma mais eficaz, que permite a realização de uma reabilitação adequada e que realiza um controlo contínuo dos pacientes.

Esta equipa multidisciplinar é composta por otorrinolaringologistas, oto neurorradiologistas, especialistas em Audiologia, psiquiatras e psicólogos, logopedista, neurofisiologistas, audioprotesistas e técnicos em programação e manutenção do implante coclear. Também participam neuropediatras, trabalhadores sociais e educadores. 

A microcirurgia laríngea é utilizada como diagnóstico e como tratamento definitivo.

A microcirurgia laríngea consiste em visualizar a laringe com um laringoscópio através de um microscópio. Utilizam-se micro instrumentos para a sua realização.

É uma intervenção que se realiza via endoscópica. O termo microcirurgia, refere-se ao facto de que a visualização da laringe se realiza com microscópio cirúrgico. Também se utiliza tecnologia de fibra ótica.

A microcirurgia da laringe realiza-se com múltiplas finalidades: com fins diagnósticos, para determinar o tipo de lesão que existe na laringe, a sua extensão e invasão; para efetuar biopsia para o tratamento conclusivo; e, para tratar definitivamente o problema, em patologias benignas e malignas.

Deste modo a microcirurgia laríngea é a técnica de escolha para o tratamento dos nódulos cirúrgicos, pólipos, quistos, edema e granulomas de cordas vocais.

O procedimento é realizado com anestesia geral e geralmente a recuperação costuma ser rápida sem sequelas, nem cicatrizes.

Deverá manter o repouso absoluto da voz durante 5 dias. A complicação mais grave é o aparecimento de dispneia que se deve controlar em princípio com corticoides intravenosos.

O Departamento de Otorrinolaringologia da Clínica Universidade de Navarra, possui uma unidade especializada na cirurgia funcional da laringe.

talvezlhe interesse

RAZÕES PARA VIR

Porque é que a Clínica é diferente em relação a outros centros sanitários?

Imagen de una niña pequeña con cáncer por los pasillos de la Clínica

ENSAIOS CLÍNICOS

Deseja participar nos nossos ensaios clínicos? Conheça quais os que estão ativos.
Imagen médico investigando con microscopio

SERVIÇOS INTERNACIONAIS

Saiba o que fazemos para os nossos pacientes internacionais.
Entrada principal a la Clínica Universidad de Navarra