A INVESTIGAÇÃO
na Clínica

porque é queINVESTIGAMOS

A investigação constitui um dos eixos estratégicos da Clínica, com especial importância no desenvolvimento de linhas de investigação translacional.

O nosso objetivo centra-se em que os seus resultados sejam rapidamente aplicáveis na melhoria dos cuidados dos pacientes, dos diagnósticos e os tratamentos.

Os nossos especialistas colaboram com o Centro de Investigação Médica Aplicada (CIMA) e com as Faculdades de Ciências da Universidade de Navarra.

A Clínica potencia e facilita o trabalho de investigação clínica em todas as suas fases através da Unidade Central de Ensaios Clínicos e a Unidade de Investigação Clínica

conozca nuestraINVESTIGACIÓN PRECLÍNICA

El proceso de descubrimiento de nuevos fármacos en el CIMA se centra inicialmente en enfermedades específica en respuesta a las necesidades del paciente.

Los científicos encargados de ello buscan sustancias biológicas del cuerpo humano que actúen ante enfermedades concretas. De este modo, descubren moléculas únicas que podrían formar parte de medicamentos en un futuro.

En las primeras fases de la investigación, los científicos del CIMA estudian cómo el nuevo compuesto se metaboliza en el organismo e interviene en la enfermedad. Asimismo, se investiga cuál es la dosis requerida para que el medicamento sea eficaz y no tóxico para el paciente.

A continuación, comienzan las fases de los estudios clínicos, ya en humanos.

o que é umensaio clínico

Um ensaio clínico com medicamentos é uma investigação efetuada em seres humanos que tem como objetivo descrever ou verificar os efeitos desses medicamentos no sentido de definir a sua eficácia e segurança.

Para destacar a relevância dos ensaios clínicos, é importante realçar que quase todos os tratamentos disponíveis atualmente são o resultado direto da investigação clínica.

Estes estudos implicam a oportunidade de uma nova linha terapêutica para pacientes que tenham esgotado todos os tratamentos standard.

Conozca las fases e hitos más relevantes de los ensayos clínicos
Faça download do infográfico

Fases de um ensaio
Fase I

O estudo realiza-se sobre voluntários saudáveis, pessoas em bom estado de saúde que não possuem a doença para a qual se experimenta o medicamento. A investigação centra-se na segurança do medicamento em humanos.

Fase II
Administra-se o novo medicamento a um número limitado de pacientes doentes por um curto período de tempo. O objetivo é obter informação preliminar sobre a sua segurança e os benefícios em relação ao tratamento ou prevenção da doença. A diferença da Fase I, os pacientes da Fase II têm a doença que se deseja tratar.

Fase III
É o último elo no processo de prova de um novo medicamento em humanos. Assim que os estudos da Fase III forem concluídos e o promotor poder demonstrar que o medicamento é seguro e eficaz em determinadas condições, estará pronto para que a Administração aprove a sua saída para o mercado. Nesta fase, o número de pacientes doentes aos quais se administra o novo medicamento é muito maior.

Fase IV
Procede-se à mesma quando o medicamento já está no mercado. Geralmente, mede os efeitos do novo medicamento a longo prazo ou estuda novas indicações. 

Tipos de ensayos clínicos

Tipos de ensaios clínicos
Aberto

Quando todas as pessoas envolvidas no ensaio conhece o tratamento que se está a experimentar.

Cego
Os investigadores sabem o tratamento que se está a usar, mas os pacientes não sabem a quem está a ser administrado o medicamento objeto da prova e quem está a receber placebo.

Duplo cego
Nem os investigadores, nem os pacientes sabem quem está a receber o tratamento. Apenas os investigadores poderiam conhecer a medicação administrada ao paciente caso fosse necessário para proteger a segurança do paciente.

Abierto
Cuando todo el mundo implicado en el ensayo conoce el tratamiento que se está probando.

Ciego
Los investigadores saben el tratamiento que se está usando, pero los pacientes no saben a quién de ellos se le está suministrando el medicamento objeto de la prueba y quién está recibiendo placebo.

Doble ciego
Ni los investigadores, ni los pacientes conocen quién está recibiendo el tratamiento. Sólo los investigadores podrían llegar a conocer la medicación administrada al paciente si fuera necesario para proteger la seguridad del paciente.

o que fazemos

ENSAIOS NA FASE I

São os estudos que se realizam sobre voluntários saudáveis.

A Unidade de Investigação Ciêntífica da Clínica desenvolve este tipo de ensaios numas instalações especializadas e com uma equipa de profissionais multidisciplinar.

ENSAIOS NAS FASES II, III E IV

São os estudos nos quais participam pacientes com a doença ou outra entidade clínica interessante para a investigação.

Na Unidade Central de Ensaios Clínicos unifica-se a gestão e atenção aos pacientes de ensaios nas fases II, III e IV. 

Faça parte das nossas investigações

Está interessado em algum dos nossos ensaios? Participar em algum deles pode oferecer-lhe novas possibilidades de tratamento. Também, poderá colaborar no avanço da Medicina

Os ensaios clínicos são autorizados por organismos sanitários e pelo Comité de Ética da Clínica para garantir a segurança do paciente". 

pertenecemos alCIBER

La Clínica Universidad de Navarra es una entidad consorciada con el Centro de Investigación Biomédica en Red (CIBER).

Su objetivo es impulsar la investigación de excelencia en Biomedicina y Ciencias de la Salud que se realiza en el Sistema Nacional de Salud y en el Sistema de Ciencia y Tecnología.

Concentran esfuerzos y recursos interdisciplinares y multiinstitucionales de investigación, con una dedicación preferente de recursos financieros en torno a redes de conocimiento conformadas por centros y grupos de investigación dependientes de distintas administraciones e instituciones públicas y privadas.

Centrados en la Fisiopatología de la Obesidad y Nutrición

>> Dra. Gema Frühbeck

Centrados en las Enfermedades Hepáticas y Digestivas

>> Dr. Bruno Sangro

Centrados en el cáncer y los mecanismos
tumorales

>> Dr. Ignacio Melero
>> Dr. Jesús San Miguel
>> Dr. Felipe Prósper

Centrados en las Enfermedades Cardiovasculares

>> Dr. José A. Páramo

Centrados en las Enfermedades Neurodegenerativas

>> Dra. Asunción Pastor

talvezlhe interesse

QUE TECNOLOGIA UTILIZAMOS? 

A Clínica é o hospital privado com maiores recursos tecnológicos de Espanha, tudo num único centro.

Imagen de un PET, tecnología de vanguardia en la Clínica Universidad de Navarra

OS NOSSOS
PROFISSIONAIS

Os profissionais da Clínica realizam um trabalho contínuo de investigação e formação, sempre em benefício do paciente.

Imagen profesionales de la Clínica Universidad de Navarra

RAZÕES PARA VIR
À CLÍNICA

Conheça porque é que somos diferentes em relação a outros centros sanitários. Qualidade, rapidez, comodidade e resultados.

Imagen del edificio de la Clínica Universidad de Navarra