Imagen del Dr. Víctor Valentí con enfermeras en el quirófano de la Clínica Universidad de Navarra durante una intervención de cirugía bariátrica.

Centro de Excelência Internacional em Cirurgia da Obesidade

A Clínica está acreditada pela Federação Internacional de Cirurgia da Obesidade e Doenças Metabólicas (IFSO), organização de maior prestígio a nível mundial nesta área.

Saiba mais sobre esta acreditação
Imagen de un matrimonio de paciente operados con cirugía bariátrica para tratar su obesidad en la Clínica Universidad de Navarra

Testemunho em primeira pessoa

Mari Carmen e Juan António, dois pacientes operados na Clínica, contam a sua experiência sobre a Cirurgia da Obesidade. "Depois do bypass gástrico, começou uma nova vida para mim".

Conheça a história [ES]
Imagen de la fachada del edificio de consultas de la Clínica Universidad de Navarra

CIRURGIA BARIÁTRICA NA CLÍNICA UNIVERSIDADE DE NAVARRA

Com a segurança e a experiência de um hospital de prestígio certificado pela Joint Commission International, garantia de qualidade e segurança.

Más sobre esta acreditación
Preview del video Lagentesicambia que cuenta que es posible cambiar si se tiene un problema de obesidad

AS PESSOAS MUDAM

Os pacientes submetidos à Cirurgia da Obesidade mostram uma grande satisfação pela importante mudança na sua qualidade de vida. Esta é a ideia que dá origem à campanha "a pessoas mudam, sim", concebida por um paciente que foi submetido à Cirurgia Bariátrica na Clínica.

Saiba mais sobre a campanha
Imagen de dos enfermeras atención a un paciente y su familiar en la UCI, unidad de cuidados intensivos de la Clínica Universidad de Navarra

CONFORTO E RAPIDEZ

A Área da Obesidade é valorada pelo tratamento que se dá ao paciente, pela sua rapidez e eficácia. Graças à flexibilidade da Clínica, pode desenhar-se um plano alimentar personalizado para cada paciente, respeitando os seus tempos e requisitos pessoais.

Conheça as nossas instalações

CIRURGIA BARIÁTRICA NA CLÍNICA UNIVERSIDADE DE NAVARRA

Para muitas pessoas, perder peso é o resultado de fazer exercício e ter uma dieta saudável. Não obstante, isso não acontece com as pessoas com obesidade mórbida.

Nestes casos, um plano alimentar personalizado e um plano de atividade física não são suficientes para conseguir as modificações necessárias. Portanto, para cuidar da saúde do paciente, é necessário adotar medidas como a Cirurgia Bariátrica. Este tratamento cirúrgico facilitará mudar os hábitos necessários para melhorar a qualidade de vida paciente, permitindo assim o bem-estar do paciente.

A obesidade mórbida é uma doença

Para as pessoas com obesidade mórbida, emagrecer não tem a ver com a vontade. São muitos fatores (genéticos, hormonais, psíquicos, etc.) que dificultam que o paciente mude os hábitos para perder peso de maneira significativa, e nomeadamente que essa perda de peso se possa manter com a passagem do tempo.

Os estudos médicos mais recentes comprovaram que a Cirurgia Bariátrica é o modo mais efetivo para conseguir uma perda de peso que se possa manter inclusive com a passagem do tempo em pacientes com obesidade mórbida, e também para melhorar os problemas de saúde associados à obesidade.

São várias as técnicas cirúrgicas que se podem realizar hoje em dia, não existindo, portanto, só uma técnica "ideal" para perder peso, e nem todas as técnicas são igualmente válidas para todos os pacientes.

A eleição de um ou outro tipo de cirurgia depende das características clínicas da pessoa, possíveis doenças associadas que manifeste e das características do comportamento alimentar e do seu perfil psicológico.

Atualmente, este tipo de cirurgia realiza-se habitualmente, e com um índice de complicações muito baixo no nosso Centro. Na Clínica já se realizaram todas as técnicas disponíveis, mas atualmente são praticadas duas técnicas, dada a sua alta eficácia demonstrada:

By-pass gástrico laparoscópico

Bypass gástrico por laparoscopia

Nesta intervenção cirúrgica realiza-se uma secção do estômago para reduzir o tamanho, deixando-o menor, e sutura-se o intestino. Deste modo, a quantidade de alimento ingerida é menor e limita-se a uma das partes do intestino.

Após a intervenção cirúrgica, a média do peso perdido é cerca de 30% do peso total e 70% do excesso de peso. 

Imagen técnica quirúrgica del bypass gástrico
Técnica do bypass gástrico
Faça download do infográfico

Gastrectomía tubular

"Gastric Sleeve" (gastrectomia tubular)

A gastrectomia tubular é também conhecida como "manga gástrica" e realiza-se mediante uma secção do estômago com grampeadores até lhe dar uma forma de tubo, extraindo aproximadamente 80% do estômago. Embora o estômago seja menor, funciona da mesma forma que antes da intervenção cirúrgica.

O intestino não se secciona e, portanto, a comida segue o mesmo percurso que fazia antes da cirurgia. 

Imagen de la técnica quirúrgica de la gastrectomía tubular
Técnica da gastrectomia tubular ou manga gástrica
Faça download do infográfico

Com ambas as técnicas cirúrgicas obtêm-se mudanças hormonais e metabólicas que geram sensação de plenitude, isto é, ingerem-se menos alimentos, perde-se peso e experimenta-se melhoria quanto aos problemas associados à obesidade. 

A Clínica dispõe de uma Área de Obesidade a qual conta com profissionais de todas as especialidades associadas à perda de peso. Os cirurgiões e os médicos anestesistas têm mais de 15 anos de experiência em Cirurgia Bariátrica, e estudaram em Centros de referência internacional especializados nestas técnicas nos EEUU e no Reino Unido.
 

Dra. Gema Frühbeck

Codiretora da Área de Obesidade e Diretora do Laboratório de Investigação Metabólica. Especialista em Endocrinologia e Nutrição.

Presidenta da Associação Europeia para o Estudo da Obesidade (EASO).
 

Dr. Víctor Valentí

Codiretor da Área de Obesidade e Especialista do Departamento de Cirurgia Geral e do Aparelho Digestivo.

Premiado com o Scholarship Award International Federation of Surgical Obesity (IFSO) no ano 2013. 

Dr. Rafael Moncada
Especialista em Anestesia e Cuidados Intensivos

Dr. Fernando Rotellar
Especialista em Cirurgia Geral do Aparelho Digestivo

Dr. Javier Salvador
Especialista em Endocrinologia e Nutrição

Dr. Camilo Silva [ES]
Especialista em Endocrinologia e Nutrição

Dr. Manuel Landecho [ES]
Especialista em Medicina Interna

Dr. Javier Escalada [ES]
Especialista em Endocrinologia e Nutrição 

Dra. Magdalena de la Higuera [ES]
Especialista em Endocrinologia e Nutrição

Susana Pérez
Supervisora da Área de Hospitalização de Cirurgia Geral

Mª Luisa Irigoyen
Enfermeira do Departamento de Cirurgia Geral

Neus Vila [ES]
Nutricionista do Departamento de Endocrinologia e Nutrição

Patricia Ibáñez [ES]
Nutricionista do Departamento de Endocrinologia e Nutrição

Mª Angeles Margall
Nutricionista do Departamento de Endocrinologia e Nutrição 

Os pacientes que se submetem às cirurgias experimentam um grau de satisfação muito elevado devido aos benefícios que experimentam na sua saúde e pela sua melhoria quanto à qualidade de vida".

Dr. Víctor Valentí Azcárate

Codiretor da Área de Obesidade

Símbolo con un grupo de médicos

DÚVIDAS

As sessões informativas gratuitas tentam esclarecer as dúvidas das pessoas interessadas em saber mais sobre a Cirurgia Bariátrica.

perguntasMAIS FREQUENTES

Antes de realizar a intervenção cirúrgica é aconselhável seguir as recomendações da equipa médica com o objetivo de ter maior sucesso na cirurgia e ter uma melhor recuperação.

  • É muito importante realizar uma dieta prévia à intervenção cirúrgica para poder diminuir o tamanho do fígado e da gordura visceral. A nossa equipa de nutricionistas fará um plano alimentar personalizado e adequado a cada caso.
  • Além disso, criará um programa de exercícios tendo em conta as limitações do paciente com o objetivo de melhorar a capacidade cardiovascular e diminuir o risco de complicações após a cirurgia. Além de favorecer a perda de peso desejada antes da intervenção cirúrgica.
  • Se o paciente fumar, deverá evitar o consumo de tabaco.
  • Existe outra série de recomendações quanto à medicação habitual, à prevenção no momento de tomar medicamentos anticoagulantes, e quanto às possíveis infeções, etc. sobre as quais a equipa de enfermagem informará de maneira concreta.

Da mesma forma, a Clínica oferece a possibilidade de ingressar no Centro Hospitalar antes da cirurgia para facilitar o acondicionamento físico e mental do paciente, para as pessoas que tenham maior dificuldade em se preparar de forma individual.

Uma vez finalizada a intervenção cirúrgica, só se o paciente tiver antecedentes pessoais importantes ou um maior risco de complicações, excepcionalmente pode ser necessário estar as primeiras 24 horas na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI).

Depois passará da sala de recobro para um quarto onde começará a recuperação. A equipa de enfermagem tem uma vasta experiência quanto ao cuidado do paciente que foi submetido à Cirurgia Bariátrica. A todo o momento controlará o possível mal-estar que possa sentir, o estado da ferida cirúrgica, o ritmo intestinal, etc.

O mesmo dia da cirurgia começará a pouco e pouco a mobilizar-se e começará a realizar os exercícios respiratórios, com o objetivo de acelerar a recuperação.

As primeiras 24 horas após a cirurgia estará em jejum e começará por beber água. No dia seguinte, a nutricionista providenciará o plano alimentar personalizado.

Após 24-48 horas assim que o paciente consiga tolerar adequadamente via oral os alimentos e apresente um bom estado geral, pode receber a alta médica e continuar a recuperação. 

O primeiro mês após a cirurgia o paciente continuará com a recuperação em casa, seguindo as seguintes indicações recebidas da equipa médica da Clínica: indicações personalizadas sobre a nutrição, medicação, exercícios respiratórios e a indicação de caminhar de forma habitual.

Durante esse primeiro mês, deverá seguir uma dieta líquida e mole até tolerar a pouco e pouco uma dieta completa. A perda de peso durante o primeiro mês será importante e gradual com a passagem do tempo.

A chave do êxito da intervenção cirúrgica é mudar hábitos alimentares e de exercício. A cirurgia produz mudanças hormonais e metabólicas que fazem com que estas modificações de hábitos sejam produtivas e duradouras.

 A Clínica oferece um preço para a Cirurgia Bariátrica, incluindo o pré-operatório e o seguimento posterior à intervenção cirúrgica:

  • Provas pré-operatórias.
  • Cirurgia Bariátrica.
  • Ingresso e hospitalização em quarto individual com sofá-cama para acompanhante.
  • 3 consultas com o cirurgião: ao mês, aos 6 meses e aos 12 meses após a cirurgia.

O preço do pacote é de 13.960€.

A Clínica tem acordos com a maioria das grandes seguradoras e oferece aos pacientes possibilidades de financiamento, que poderão ser consultadas no Serviço de Admissão ou através do impresso.

Os pacientes com diabetes mellitus tipo 2 que não podem controlar os níveis de glicose apesar de seguir adequadamente as recomendações alimentares, de atividade física, medicação, etc. têm uma nova alternativa terapêutica.

Quando além de esta situação se associarem outros problemas metabólicos (aumento do colesterol, hipertensão arterial, etc.) existe uma indicação adequada para realizar a Cirurgia da diabetes ou Cirurgia Metabólica.

Esta cirurgia realiza-se com as mesmas técnicas cirúrgicas que se utilizam para realizar a Cirurgia da Obesidade.

Com esta intervenção cirúrgica consegue-se uma melhoria da diabetes em mais de 80% dos casos.

Melhoria após a cirurgia metabólica.

 Porcentaje mejor de diabetes y enfermedades asociadas tras la cirugía metabólica

A Clínica realiza uma grande variedade de técnicas e tratamentos para a obesidade: Cirurgia Bariátrica, tratamento para revisão ou correção de Cirurgia Bariátrica prévia, balão gástrico [ES], acompanhamento nutricional, etc. Se quer obter mais informação, pode contatar a Clínica. Preencha este formulário, e entraremos em contato consigo.

Além disso, o site da Clínica Universidade de Navarra dispõe de uma grande quantidade de informação sobre Cirurgia Bariátrica.

histórias dosnossos pacientes

Quando fui submetida à cirurgia da obesidade, perdi mais de 50 quilos em 5 meses. A partir daí, começou uma nova vida para mim".

Mª CARMEN

Paciente operada da Cirurgia da Obesidade

Além de perder peso, melhorou a glicose, a tensão arterial, o colesterol e o rim. Sinto-me muito bem".

José António

Paciente submetido à Cirurgia da Obesidade

A minha qualidade de vida mudou totalmente desde o momento em que curei da diabetes e não tive de me injetar insulina todos os dias".

Maite

Paciente operada da Cirurgia da diabetes