Publicações científicas

Desregulação da adipocina e inflamação do tecido adiposo na obesidade humana

Unamuno X (1,2), Gómez-Ambrosi J (1,2,3), Rodríguez A (1,2,3), Berrecil S (1,2,3), Frühbeck G (1,2,3,4), Catalán V (1,2,3).

(1) Metabolic Research Laboratory, Clínica Universidad de Navarra, Pamplona, Spain.
(2) CIBER Fisiopatología de la Obesidad y Nutrición (CIBEROBN), Instituto de Salud Carlos III, Pamplona, Spain.
(3) Obesity and Adipobiology Group, Instituto de Investigación Sanitaria de Navarra (IdiSNA), Pamplona, Spain.
(4) Department of Endocrinology & Nutrition, Clínica Universidad de Navarra, Pamplona, Spain.

Revisão:European Journal of Clinical Investigation

Data: 11/Jul/2018

Endocrinologia e Nutrição [ES]

RESUMO

A obesidade, uma epidemia mundial, confere risco aumentado para vários problemas graves, incluindo diabetes tipo 2, doenças cardiovasculares, doença hepática gordurosa não alcoólica e câncer.

O tecido adiposo é considerado um dos maiores órgãos endócrinos do corpo, bem como um tecido ativo para reações celulares e homeostase metabólica, em vez de um tecido inerte para armazenamento de energia.

O pleiotropismo funcional do tecido adiposo depende de sua capacidade de sintetizar e liberar um grande número de hormônios, citocinas, proteínas da matriz extracelular e fatores de crescimento e vasoativos, coletivamente denominados adipocinas que influenciam uma variedade de processos fisiológicos e fisiopatológicos.

No estado obeso, o acúmulo excessivo de gordura visceral causa uma disfuncionalidade do tecido adiposo que contribui fortemente para o surgimento de comorbidades relacionadas à obesidade. Os mecanismos subjacentes à disfunção do tecido adiposo incluem hipertrofia e hiperplasia dos adipócitos, aumento da inflamação, alteração do remodelamento da matriz extracelular e fibrose, juntamente com uma secreção alterada de adipocinas.

Esta revisão descreve como o tecido adiposo se torna inflamado na obesidade e resume os principais atores e mecanismos moleculares envolvidos na inflamação.

CITAÇÃO DO ARTIGO  Eur J Clin Invest. 2018 Jul 11:e12997. doi: 10.1111/eci.12997

talvezlhe interesse

QUE TECNOLOGIA UTILIZAMOS? 

A Clínica é o hospital privado com maiores recursos tecnológicos de Espanha, tudo num único centro.

Imagen de un PET, tecnología de vanguardia en la Clínica Universidad de Navarra

OS NOSSOS
PROFISSIONAIS

Os profissionais da Clínica realizam um trabalho contínuo de investigação e formação, sempre em benefício do paciente.

Imagen profesionales de la Clínica Universidad de Navarra

RAZÕES PARA VIR
À CLÍNICA

Conheça porque é que somos diferentes em relação a outros centros sanitários. Qualidade, rapidez, comodidade e resultados.

Imagen del edificio de la Clínica Universidad de Navarra