Atrás unidade de Hepatologia

DOENÇAS QUE TRATAMOS

Para tratar todas aquelas doenças que possam aparecer no fígado, a Unidade de Hepatologia da Clínica Universidade de Navarra possui os últimos tratamentos disponíveis, que serão aplicados consoante cada caso em particular.

Temos ampla experiência no diagnóstico e tratamento de cirrose hepática, hepatites virais, tumores hepáticos, etc.

Somos pioneiros na realização e seguimento destes tratamentos, como é o caso do transplante hepático e a radioembolização com esferas de Ítrio. Esta ampla experiência e a aplicação constante da investigação torna possível que se consigam excelentes resultados.

PRECISA BUSCAR UMA SEGUNDA OPINIÃO?

Imagen con los pasos que hay que dar para solicitar una segunda opinión en la Clínica Universidad de Navarra

Caso necessite a opinião médica dos nossos especialistas sem necessidade de deslocar-se à Clínica, oferecemos-lhe a possibilidade de realizar uma consulta de Segunda Opinião não presencial.

O aumento de gordura no fígado é conhecido como esteatose e, hoje em dia, é facilmente detetável mediante ecografia.

Na maior parte dos casos pode tratar-se de uma simples alteração, associada ao excesso de peso, mas noutras situações pode dever-se a uma manifestação de alguma doença mais significativa, como é o caso das esteatohepatite,
tanto a que está relacionada com o consumo de álcool como aquela que não está.

Em ambos os casos, estas formas iniciais de doença podem ser progressivas e ocasionar o desenvolvimento, caso não se corrijam a tempo, de uma cirrose hepática [ES]

O termo cirrose hepática faz referência à presença no fígado de lesões de fibrose e regeneração, tal como cicatrizes e supõe a fase final de muitas doenças que afetam o fígado, incluindo as hepatites causadas por vírus, a doença hepática causada por álcool e outras doenças metabólicas, auto imunes, etc.

Associado ao seu desenvolvimento vão aparecendo deficiências progressivas na sua função e as mudanças anatómicas levam por sua vez a alterações na circulação portal com o desenvolvimento de hipertensão portal e as suas respetivas consequências.

As hepatites virais são doenças inflamatórias do fígado causadas por diferentes vírus que são capazes de produzi-las. Entre estes, os mais frequentes são o vírus da hepatite B e o vírus da hepatite C.

Nas suas fases iniciais e durante anos podem existir poucos sintomas mas é precisamente neste momento quando é mais importante obter um diagnóstico para poder indicar um tratamento com maiores probabilidades de êxito.

Sem tratamento, estas doenças são capazes de evoluir até ao desenvolvimento de uma cirrose hepática [ES] e colocar em perigo a vida do individuo, e de facto estas são as causas mais frequentes de transplante hepático.

O cancro primitivo ou primário do fígado, o hepatocarcinoma, é um tumor relativamente pouco frequente e aparece sobretudo em doentes com cirrose hepática de diferentes causas.

Muito mais frequentes são os tumores secundários ou metástases no fígado de tumores de outras localizações, sobretudo pulmão, cólon, mama, pâncreas, etc.

O seguimento dos doentes hepáticos ou com cancro de outras localizações com os modernos meios diagnósticos e de imagem permitem, em muitos casos, um diagnóstico muito precoce que permite apresentar tratamentos com uma intenção curativa, incluindo cirurgia ou transplante.

talvezlhe interesse

RAZÕES PARA VIR

Porque é que a Clínica é diferente em relação a outros centros sanitários?

Imagen de una niña pequeña con cáncer por los pasillos de la Clínica

ENSAIOS CLÍNICOS

Deseja participar nos nossos ensaios clínicos? Conheça quais os que estão ativos.
Imagen médico investigando con microscopio

SERVIÇOS INTERNACIONAIS

Saiba o que fazemos para os nossos pacientes internacionais.
Entrada principal a la Clínica Universidad de Navarra