Terapia de ressincronização
cardíaca

Dr. Ignacio García Bolao, especialista en cardiología de la Clínica Universidad de Navarra
a alta médica é dada 2-3 dias após a cirurgia

Ou ligamos-lhe

* Horários de atenção consoante a hora de Espanha peninsular.

Obrigado. Entramos em contacto consigo o mais rápido possível.

O campo telefone é obrigatório.

Pedimos-lhe que verifique o número de telefone. O mesmo deverá ter entre 9 e 15 dígitos e começar por 6,8,9,71,72,73 ou 74. No caso dos números internacionais, por favor, introduza 00 seguido do prefixo internacional correspondente e o seu número de telefone (00-prefixo internacional 34-número de telefone 948 255 400)..

Espere um momento enquanto damos seguimento ao seu pedido.

Fechar Enviar

Tratamento de terapia de ressincronização cardíaca na Clínica

A terapia de ressincronização cardíaca procura resolver, mediante o uso de pacemakers, os problemas de dessincronia do ritmo cardíaco, que podem surgir tanto a nível intraventricular quanto interventricular.

Os pacemakers biventriculares estimulam ambos os ventrículos, o direito e o esquerdo, para eles se contraírem simultaneamente e, portanto, resolver o problema.

Deste modo, o pacemaker biventricular consegue melhorar os sintomas da insuficiência cardíaca.

Quando usado junto com o desfibrilhador (desfibrilhador ressincronizador), permite tratar arritmias potencialmente malignas, que, às vezes, coexistem no paciente com insuficiência cardíaca.

Para esta operação é preciso internar o paciente, a fim de controlar a evolução da pessoa nos primeiros dias posteriores ao tratamento. Se tudo decorrer com normalidade, a alta médica é dada dois ou três dias após a cirurgia. 

Quer conhecer mais sobre o Departamento de Cardiologia?

A Unidade de Arritmias do Departamento de Cardiologia da Clínica Universidade de Navarra é um centro de referência nos tratamentos das doenças do coração.

Quando usado junto com o desfibrilhador (desfibrilhador ressincronizador), permite tratar arritmias potencialmente malignas, que, às vezes, coexistem no paciente com insuficiência cardíaca.”

O procedimento para implantar um pacemaker biventricular é muito parecido ao dum pacemaker convencional. Geralmente, quase toda a intervenção é realizada sob anestesia local.

Durante a implantação, colocam-se, através da veia subclávia, um elétrodo na aurícula direita e dois elétrodos nos ventrículos. No ventrículo direito é colocado um elétrodo convencional e no ventrículo esquerdo usa-se um especial, ao qual se tem acesso através do sistema venoso cardíaco (seio coronário e os seus ramos). Estes elétrodos permanecerão fixos na sua posição definitiva e conetados ao pacemaker, o qual é implantado por debaixo da pele na região infraclavicular direita.

A recuperação da operação é rápida e permite dar a alta médica em dois ou três dias. Quando as baterias se esgotarem, o que acontece cada seis anos aproximadamente, será necessário substituir o pacemaker.  

Os candidatos a receberem esta terapia são os pacientes que padecem insuficiência cardíaca grave e que, além disso, apresentam sinais de dessincronia intraventricular.

Pode-se suspeitar da presença destes sinais mediante um simples eletrocardiograma, perante a aparição de transtornos da condução intraventricular, como o bloqueio do ramo esquerdo, e se confirma mediante um ecocardiograma.

Saiba mais sobre a terapia de ressincronização cardíaca

A insuficiência cardíaca é uma síndrome provocada, geralmente, pela diminuição da capacidade de contração dos ventrículos.

No entanto, em alguns pacientes com insuficiência cardíaca, os ventrículos não só se contraem pouco, mas o fazem desordenadamente (de forma dessincronizada).

É fácil imaginar que se, além de se contraírem pouco, contraem-se de forma dessincronizada, o rendimento da função cardíaca é ainda mais pobre, piorando a insuficiência cardíaca.

Os pacientes que têm um pacemaker biventricular podem levar uma vida praticamente normal. Unicamente devem ter revisões específicas cada três ou seis meses e seguir algumas recomendações que lhes serão dadas pelos médicos.  

Para quais doenças está indicada?

Imagen preview del infográfico sobre insuficiencia cardíaca
Conheça o que é que é a insuficiência cardíaca, como é diagnosticada e o seu tratamento.
Faça download do infográfico
Imagen con los pasos que hay que dar para solicitar una segunda opinión en la Clínica Universidad de Navarra
Caso necessite a opinião médica dos nossos especialistas sem necessidade de deslocar-se à Clínica, oferecemos-lhe a possibilidade de realizar uma consulta de Segunda Opinião não presencial.

talvezlhe interesse

RAZÕES PARA VIR

Porque é que a Clínica é diferente em relação a outros centros sanitários?

Imagen de una niña pequeña con cáncer por los pasillos de la Clínica

ENSAIOS CLÍNICOS

Deseja participar nos nossos ensaios clínicos? Conheça quais os que estão ativos.
Imagen médico investigando con microscopio

SERVIÇOS INTERNACIONAIS

Saiba o que fazemos para os nossos pacientes internacionais.
Entrada principal a la Clínica Universidad de Navarra