cancro da próstata

diagnóstico e tratamento do cancro da próstata

O tratamento do cancro da próstata inclui a cirurgia, a radioterapia externa, a braquiterapia, o tratamento hormonal e a vigilância ativa quando levamos em conta o parâmetro da expectativa de vida.

Na Clínica Universidade de Navarra tratamos a uma grande quantidade de pacientes com braquiterapia intersticial com ótimos resultados, conseguindo controlar o tumor em 95% dos casos.

No nosso centro, os implantes da braquiterapia intersticial são realizados em um TAC em ambiente tipo quirófano que realiza o procedimento cirúrgico e o implante com a maior segurança e excelência.

No que diz respeito ao tratamento cirúrgico, a Clínica é pioneira no uso da cirurgia robótica para a prostatectomia, sendo essa uma grande vantagem para o paciente.

O Departamento de Urologia da Clínica está credenciado pela European Board of Urology, pela excelência no nível assistencial, docente e de investigação. 

Graças aos avanços técnicos no diagnóstico, hoje o cancro pode ser detectado mais cedo e assim o tratamento pode ser mais resolutivo".

O Departamento de Urologia [ES], junto com o Departamento de Oncologia da Clínica, conta com um programa de diagnóstico precoce para maiores de 50 anos. Em menos de 48-72 horas podemos diagnosticar se houver algum problema prostático.

A principal medida para a detecção precoce do cancro de próstata é a realização de uma revisão médica e uma análise de sangue, que inclui a determinação do antígeno prostático específico.

Caso houver suspeita clínica do cancro da próstata, o diagnóstico é confirmado mediante a realização de uma biopsia prostática.

A intervenção cirúrgica chama-se prostatectomia radical. Trata-se da extração completa da próstata e parte do tecido circundante, junto com as vesículas seminais. É realizada no quirófano e com anestésicos gerais. Pode ser realizada mediante cirurgia aberta ou por via laparoscópica, o que faz com que a recuperação do paciente seja melhor.

Cirurgia robótica.

A Clínica dispõe do robô Da Vinci®, tecnologia robótica de última geração, para realizar esse tipo de operações com o mínimo risco e a maior precisão. As vantagens para o paciente são: melhor controlo miccional, diminuição do risco de sofrer impotência sexual após a intervenção e menor sangramento durante a cirurgia.

A Clínica foi pioneira no uso do robô Da Vinci na prostatectomia, dentre outras cirurgias.

> Saiba mais sobre a cirurgia robótica Da Vinci®
 

Radioterapia externa tridimensional conformada (RT3D)

Localiza com precisão o tumor e protege eficazmente os órgãos saudáveis da radiação.
Graças à tecnologia do TAC no desenho de tratamentos de radiação, é possível delimitar de forma mais exata as diferentes estruturas dos campos de tratamento.

Outro avanço desta técnica é o desenvolvimento de planejadores de tratamento de forma tridimensional (3D), com base em sistemas informáticos de cálculo complexos que permitem estimar a distribuição da dose de radiação sobre as diferentes estruturas.

Braquiterapia intersticial permanente

É um tratamento radioterápico que se trata da colocação de fontes radioativas de forma precisa dentro do tumor ou nas áreas próximas.

A Clínica já foi pioneira nesta técnica e é o centro de referência internacional no que tange ao uso da braquiterapia para o tratamento do cancro.

Quando comparada com a radioterapia externa, ela reduz a afetação dos tecidos saudáveis, possibilitando o aumento da radiação até altas taxas de doses, melhorando assim a eficácia terapêutica.
O implante permanente mais frequente no âmbito clínico é o implante de baixa taxa com sementes de Yodo125. O implante oferece ótimos resultados de controlo da doença em tumores de baixo risco, comparáveis com os resultados obtidos com tratamento cirúrgico ou com doses muito altas de radiação externa.

É necessária só uma única sessão, em comparação com a radiação externa efetuada em 30 ou 55 sessões. A possibilidade de preservar a funcionalidade sexual é alta, enquanto a possibilidade de incontinência é muito baixa após a cirurgia.

Bloqueio hormonal, quimioterapia e fármacos

O tratamento sistémico é aplicável quando o cancro de próstata está espalhado e afeta outros tecidos ou órgãos.

  1. O tratamento se faz mediante o bloqueio hormonal com inibidores da LH-RH, antiandrógenos e antifúngicos, dentre outros.
  2. Quando as células tumorais se tornam resistentes às hormonas, coloca-se uma segunda linha de tratamento mediante quimioterapia. Está especialmente indicada em pacientes sintomáticos ou que apresentam uma alta carga tumoral.

O desenvolvimento farmacológico no cancro da próstata resistente a tratamento hormonal permite contar com dois novos medicamentos, especialmente úteis após a progressão da doença apesar do tratamento com docetaxel:

  • Cabazitaxel, parecido com o docetaxel no que diz respeito ao seu mecanismo de ação mas ele aumenta as respostas e a supervivência dos pacientes de forma expressiva.
  • Abiraterona, que não é um fármaco de quimioterapia, mas um agente hormonal. Administrado por via oral. Verifica-se um claro benefício dos doentes tratados com docetaxel cujos tumores progridem.

Outros fármacos estão sendo desenvolvidos em fase de ensaio clínico e alguns já demonstraram atividade como a mitoxantrona, vinorelbina, paclitaxel ou ciclofosfamida.

entre emContacto COM A CLÍNICA

Ou ligamos-lhe

* Horários de atenção consoante a hora de Espanha peninsular.

Obrigado. Entramos em contacto consigo o mais rápido possível.

O campo telefone é obrigatório.

Pedimos-lhe que verifique o número de telefone. O mesmo deverá ter entre 9 e 15 dígitos e começar por 6,8,9,71,72,73 ou 74. No caso dos números internacionais, por favor, introduza 00 seguido do prefixo internacional correspondente e o seu número de telefone (00-prefixo internacional 34-número de telefone 948 255 400)..

Espere um momento enquanto damos seguimento ao seu pedido.

Fechar Enviar

SOLICITE UMA SEGUNDA OPINIÃO NÃO PRESENCIAL 

Caso necessite a opinião médica dos nossos especialistas sem necessidade de deslocar-se à Clínica, oferecemos-lhe a possibilidade de realizar uma consulta de Segunda Opinião não presencial. 
Imagen con los pasos que hay que dar para solicitar una segunda opinión en la Clínica Universidad de Navarra

conheça a nossatecnologia de Cirurgia Robótica

A Clínica melhora as suas intervenções cirúrgicas, incluindo na sua tecnologia o robô Da Vinci.
A Apneia Obstrutiva do Sono pode ocasionar Acidentes Vasculares Cerebrais (AVC) ou miocardiopatias.
Imagen preview del infográfico sobre cirugía robótica
Conheça tudo sobre a Cirurgia Robótica
Faça download do infográfico

Tecnologia
de ponta

Para melhorar a sua saúde e qualidade de vida, contamos com o robô Da Vinci® para realizar intervenções cirúrgicas com mínima agressão.

Cirurgia
menos agressiva

Reduz o tempo de estadia hospitalar e o risco de sangramento, benefícios importantes para o paciente.

Uma ajuda
para o cirurgião

A Cirurgia Robótica é uma ajuda para o cirurgião quando o acesso aos tecidos afetados é difícil ou é necessária uma máxima precisão.

talvezlhe interesse

RAZÕES PARA VIR

Porque é que a Clínica é diferente em relação a outros centros sanitários?

Imagen de una niña pequeña con cáncer por los pasillos de la Clínica

ENSAIOS CLÍNICOS

Deseja participar nos nossos ensaios clínicos? Conheça quais os que estão ativos.
Imagen médico investigando con microscopio

SERVIÇOS INTERNACIONAIS

Saiba o que fazemos para os nossos pacientes internacionais.
Entrada principal a la Clínica Universidad de Navarra